15 de abr de 2009

O Tempo no Jardim

Tela de Pissarro


Nestes jardins - há vinte anos - andaram os nossos

[muitos passos,

e aqueles que então éramos se contemplaram nesses lagos.

Se algum de nós avistasse o que seríamos com o tempo,

todos nós choraríamos, de mútua pena e susto imenso.

E assim nos separamos, suspirando dias futuros,

e nenhum se atrevia a desvelar seus próprios mundos.

E agora que separados vivemos o que foi vivido,

com doce amor choramos quem fomos nesse tempo antigo.

Cecília Meireles

Mar Absoluto, 1945

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é