26 de mai de 2009

4º Motivo da rosa



Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim.


Rosas verá, só de cinzas franzida,
mortas, intactas pelo teu jardim.


Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.


E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim.


Cecília Meireles
In Mar Absoluto

Um comentário:

  1. A glória da amizade não é a mão estendida,
    nem o sorriso carinhoso,
    nem mesmo a delícia da companhia.
    É a inspiração espiritual que vem quando você
    descobre que alguém acredita e confia em você.

    (Ralph Waldo Emerson)

    Visite meu novo blogger
    UMA ILHA PARA AMAR
    http://eduardopoisl.blogspot.com/

    Um grante abraço do amigo Eduardo Poisl

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é