25 de mai de 2009

Quero uma solidão, quero um silêncio


Quero uma solidão, quero um silêncio,
uma noite de abismo e a alma inconsútil,
para esquecer que vivo - libertar-me

das paredes, de tudo que aprisiona;
atravessar demoras, vencer tempos
pululantes de enredos e tropeços,

quebrar limites, extinguir murmúrios,
deixar cair as frívolas colunas
de alegorias vagamente erguidas.

Ser tua sombra, tua sombra, apenas,
e estar vendo e sonhando à tua sombra
a existência do amor ressuscitada.

Falar contigo pelo deserto.


Cecilia Meireles
In Solombra

2 comentários:

  1. Que blog lindo, que foto linda, que paisagem linda, que música linda, que conteúdo lindo! Tudo, tudo à altura da grande Cecília! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Que blog lindo, que foto linda, que paisagem linda, que música linda, que conteúdo lindo! Tudo, tudo à altura da grande Cecília! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é