23 de fev de 2010

'Apontamento'



Ó noite, ó noite, ó noite!
Luar e primavera
e os telhados cobrindo
sonhos que a vida gera!


Subo por essas horas
solitária e sincera,
e encontro, exausta e pura,
minha alma que me espera.


2, Maio, 1959


Cecília Meireles
In: Poesia Completa
Sonhos (1950-1963)

4 comentários:

  1. ...e os telhados cobrindo
    sonhos que a vida gera!

    ...e encontro, exausta e pura,
    minha alma que me espera.

    Nossa, ela sabia mesmo como descrever seus sentimentos!! Me tocou fundo demais.

    Cecília foi uma grande poeta, maravilhosa!!, sem dúvida nenhuma,mas, o seu lado maternal deixou um pouco a desejar.
    Bem, ninguém é perfeito, não é mesmo?

    Beijos com muito carinho,
    Glória

    ResponderExcluir
  2. Que lindo este blog!!!!

    Toda doçura de Cecília nesse cantinho lindo.


    Boa semana e muita luz e poesia.

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga!

    Selinho "PAZ NO MUNDO"

    BUSQUE-O AKI
    http://poesiaseternas2.blogspot.com/

    Apenas um carinho meu....Beijos!

    ResponderExcluir
  4. acho que este poema me faz reviver, lindo, lindo, nao tenho palavras :)

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é