4 de nov de 2010

Eu sou essa pessoa a quem o vento chama...''


Eu sou essa pessoa, a quem o vento chama,
a que não se recusa a esse final convite,
em máquinas de adeus, sem tentação de volta.

Todo horizonte é um vasto sopro de incerteza.
Eu sou essa pessoa a quem o vento leva:
iá de horizonte libertada, mas sozinha.

Se a Beleza sonhada é maior que a vivente,
dizei-me:não quereis ou não sabeis ser sonho?
Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga.

Pelos mundos do vento, em meus cílios guardadas
vão as medidas que separam os abraços.
Eu sou essa pessoa a quem o vento ensina:

"Agora és livre, se ainda recordas."

Cecília Meireles
in 'Solombra'

12 comentários:

  1. "Agora és livre, se ainda recordas."

    Eu adoro essa frase, e amo a Cecília!!!!

    BEijos

    ResponderExcluir
  2. Não sei dizer até que ponto Cecília influenciou na forja da minha personalidade.

    ResponderExcluir
  3. Parabens por homenagear a maior poetisa brasileira. Eu tenho um blogue simplório. Se possivel visite-me e sigamos por lá juntos para endeusar a poesia da Cecília. Abraços de verdade

    ResponderExcluir
  4. No momento estou apenas te seguindo, mas prometo em breve comentar aqui! (gostei de seu blog)
    Agradeceria se pudesse seguir o meu, passa lá?
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ameiiiiiiiiiiii linda

      Excluir
  5. Também lhe dou os parabéns pela divulgação da obra de Cecília Meirelles. Aproveito pra desejar a todos um excelente Ano Novo

    ResponderExcluir
  6. Lindo demais! Amei o blog! Amei!

    ResponderExcluir
  7. Eu amo esse blog. Linda ideia que você teve, o mais legal é se preocupar com o detalhe. O detalhe de colocar de qual obra é a poesia, isso é muito raro hoje em dia.
    Parabéns!!!
    Bjs poéticos.

    ResponderExcluir
  8. Feito com a delicadeza de uma alma tocada, obrigada.

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é