30 de abr de 2014

MAHATMA GANDHI



Nas grandes paredes solenes, olhando, 
o Mahatma. 

Longe no bosque, adorado entre incensos, 
o Mahatma. 

Nas escolas, entre os meninos que brincam, 
o Mahatma. 

Em frente do céu, coberto de flores, 
o Mahatma. 

Na vaca, na praia, no sal, na oração, 
o Mahatma. 

De alto a baixo, de mar a mar, em mil idiomas, 
o Mahatma. 

Construtor de esperança, mestre da liberdade, 
o Mahatma. 

Noite e dia, nos poços, nos campos, no sol e na lua,
o Mahatma. 

No trabalho, no sonho, falando lúcido, 
o Mahatma. 

De dentro da morte falando vivo, 
o Mahatma. 

Na bandeira aberta a um vento de música, 
o Mahatma. 

Cidades e aldeias escutam atentas: 
é o Mahatma. 


Cecília Meireles,
in Poemas escritos na Índia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é