28/08/2009

INFÂNCIA



Levaram as grades da varanda
Por onde a casa se avistava.
As grades de prata.

Levaram a sombra dos limoeiros
Por onde rodavam arcos de música
E formigas ruivas.

Levaram a casa de telhado verde
Com suas grutas de conchas
E vidraças de flores foscas.

Levaram a dama e o seu velho piano
Que tocava, tocava, tocava
A pálida sonata.

Levaram as pálpebras dos antigos sonhos,
Deixaram somente a memória
E as lágrimas de agora.


Cecília Meireles
In Retrato Natural

4 comentários:

  1. Linda postagem!

    Bom Fds......Bom dia!

    ResponderExcluir
  2. AMIGOS

    «Mais que uma mão estendida
    mais que um belo sorriso
    mais do que a alegria de dividir
    mais do que sonhar os mesmos sonhos
    ou doer as mesmas dores
    muito mais do que o silêncio que fala
    ou da voz que cala, para ouvir
    é, a amizade, o alimento
    que nos sacia a alma
    e nos é ofertado por alguém
    que crê em nós.»


    Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Fiquei emocioda ao enttrar neste blog, simplismente era o que eu proucurava, um cantinho para saciar minha minha alma, deramar minhas lágrimas nostalgicas. Parabéns!

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é