Seja bem-vindo. Hoje é

10/02/2010

Todas as coisas têm nome



Todas as coisas têm nome.
(Têm nome todas as coisas?)


Todos os verbos são atos.
(São atos todos os verbos?)


Com a gramática e o dicionário
faremos nossos pequenos exercícios.


Mas quando lermos em voz alta o que escrevemos,
não saberão se era prosa ou verso,
e perguntarão o que se há de fazer com esses escritos:


porque existe um som de voz,
e um eco – e um horizonte de pedra
e uma floresta de rumores e água


que modificam os nomes e os verbos
e tudo não é somente léxico e sintaxe.


Assim tenho visto.


1960



Cecília Meireles
In: O Estudante Empírico (1959-1964)

2 comentários:

  1. Como comentar de forma escrita esse texto, ou de qualquer outra forma? sem que tenhamos nossos nomes e verbos modificados? e mesmo se não sofrerem mudança alguma como me garantiria não estar insultando tão nobres dizeres sobre o que se diz e o que se entende?

    ResponderExcluir
  2. um dos meus poemas preferidos ... lindo ... adoro a Cecília ... lindo blog ...

    ResponderExcluir

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!