15 de abr de 2014

Menina do sonho




Menina do sonho,
filha não vivente,
desenho da noite,
piedosa menina,
toca a doce musica
do teu alaúde,
mensagem do tempo,
muito necessária,
porém tão discreta,
delicada e tímida
que se comunica
em noite, somente,
em nuvem de sonho,
sem vida verídica:
esta caridade 
sobre o sofrimento
do dia, do mundo,
das palavras de ódio.
Toca a doce musica
do teu alaúde:
filha não vivente,
toda consolante,
de que céu descida
sem nenhum apelo
e aos céus retornada,
límpida e incorpórea,
numa noite única.


Nunca misterioso,
vivo para sempre,
som dentro do sonho,
desatando angustias,
abafando vozes,
convertendo lagrimas.


A aurora, no entanto,
vem depois da musica
e ainda traz nos olhos
sinistros impérios
cobertos de espadas

1961

Cecília Meireles
In: Poesia Completa
Sonhos (1950-1963)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por seu comentário, ele é muito importante para nós!

Seja bem-vindo. Hoje é